QUASE 90% DAS EMPRESAS CARECEM DE GESTÃO DE CRISE, APONTA ESTUDO.

IMAGEM-QUASE-90-DAS-EMPRESAS-CARECEM-DE-GESTAO-DE-CRISE-APONTA-ESTUDO

Um estudo recente realizado pelo Grupo Daryus, empresa de consultoria e treinamentos em Gestão de Riscos, mostrou que 43% das empresas brasileiras não possuem Plano de Continuidade de Negócios (PCN) ou Gestão de Crise (PGC) para o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Segundo o levantamento, apenas 12% das empresas estavam previamente estruturadas para a continuidade; contudo, quase nenhuma possui planejamento para caso a pandemia se estenda para 2021 e além.

Um estudo recente realizado pelo Grupo Daryus, empresa de consultoria e treinamentos em Gestão de Riscos, mostrou que 43% das empresas brasileiras não possuem Plano de Continuidade de Negócios (PCN) ou Gestão de Crise (PGC) para o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Segundo o levantamento, apenas 12% das empresas estavam previamente estruturadas para a continuidade; contudo, quase nenhuma possui planejamento para caso a pandemia se estenda para 2021 e além.

PCN e PGC: o que são, e quais as vantagens para empresas?

A Continuidade de Negócios é uma disciplina de gestão de riscos empresariais (ERM) que prepara empresas para enfrentar situações adversas, enquanto o Plano de Continuidade de Negócios (PCN) é um conjunto de planos, estratégias, arranjos e acordos que viabiliza essas estratégias na prática.

De acordo com Jeferson D’Addario, CEO do Grupo Daryus, os Planos de Gestão de Crise têm como foco orientar a liderança sobre o que ― e como ― fazer durante crises, incluindo a comunicação específica exigida. “Tudo isto minimiza a confusão inicial, erros, equívocos e garante menos perdas aos stakeholders”, diz.

Como consequência, um PCN/PGC bem-implementado pode garantir maior valorização da marca e do patrimônio, menos risco relacionado a interrupções, maior preparo e capacidade de gerenciar crises, melhorias na cibersegurança e minimização de perdas, opina D’Addario. “De modo geral, representa risco menor e maior resiliência empresarial, o que para muitos investidores é positivo”.

Empresas brasileiras ainda mostram despreparo, aponta especialista.

A pesquisa do Grupo Daryus mostra que as empresas que tinham um PCN estruturado antes da pandemia conseguiram se manter vivas e competitivas, tendo em média 50% menos perdas e interrupções do que as empresas que não contavam com isso.

O estudo também mostrou que 35% dos entrevistados não dão relevância à possibilidade saques, furtos e invasões em seus espaços físicos, caso a crise de Covid-19 seja maior do que o esperado. “Isso reforça o despreparo de muitas empresas brasileiras, e mostra que temos muito a fazer para conquistar uma melhor posição em produtividade e resiliência frente a outros países quando o assunto é gestão de riscos”, disse o CEO.

Por outro lado, 27% dos participantes buscaram medidas de segurança adicionais e monitoramento das informações, aproximando segurança empresarial, cibersegurança e continuidade.

“Startups podem ser a solução e a inovação necessária, mas o fluxo de caixa precisa ser continuado e protegido. Startups que possuem práticas de PCN são mais valorizadas e representam menos riscos.”

Dicas para implementação do PCN nas empresas

  • Nunca esperar a crise chegar para começar a montar seu PCN
  • Sempre educar e treinar líderes e colaboradores sobre o tema
  • Entender seus riscos, limites, dependências e prováveis impactos
  • Efetuar ajustes do financeiro aos processos operacionais
  • Contratar serviços de consultores especializados ou Virtual Continuity Officer caso necessário

Fonte: Artigo de Jeferson D’Addario, CEO do Grupo Daryus, publicado em Whow!



Artigos Relacionados

APP MAGALU: LIGAÇÃO DIRETA COM CHAT PARA DENÚNCIAS DO MINISTÉRIO DA MULHER

O Magalu lançou, na semana passada, uma nova versão de seu botão de denúncia de casos de violência contra a mulher. Agora, além de dar acesso ao Ligue 180, o botão instalado no app do Magalu oferece acesso direto (via chat) ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, onde é possível realizar uma denúncia online. O design da página de denúncia também […]

VOLVO APRESENTA REDESIGN DE LOGO.

Achei bonito o redesign minimalista do logo da Volvo. Mesmo sendo uma tendência deixar tudo flat, acho que fez bem remover aquele polimento metálico e a barra que remetem tanto ao metal etc. A mudança nos produtos será gradual e os primeiros carros com a nova marca só serão lançados em 2023, mas está mais bonito, né? […]

PEGADINHA DA VOLKSWAGEN: GENIAL OU TIRO NO PÉ?

A pegadinha feita pela Volkswagen no último 1º de abril dividiu opiniões nos Estados Unidos. Algumas pessoas a consideram como a maior brincadeira inventada pelo marketing de uma marca em todos os tempos. Já outros consideraram a ideia péssima. De uma […]