IPN REVELA QUE CLIENTES CONFIAM NAS EMPRESAS COM PROPÓSITO.

imagem-1-IPN-REVELA-QUE-CLIENTES-CONFIAM-NAS-EMPRESAS-COM-PROPÓSITO

Com o objetivo de dimensionar o valor, o impacto e a percepção do propósito corporativo e seu nível de influência sobre o comportamento das pessoas, seja para consumir, recomendar ou trabalhar numa empresa, a InPress Porter Novelli acaba de lançar o PPI Brasil 2021 (Purpose Premium Index), em parceria com o Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD).

Baseado em metodologia desenvolvida pela Porter Novelli Internacional já aplicada em outros países, e adaptada à cultura brasileira, o estudo avalia também a reputação das maiores corporações que atuam no país e, mais profundamente, a dimensão relacionada ao propósito e seus atributos.

Do total de entrevistados, cerca de 90% confiam mais em uma empresa com propósito, 88% preferem comprar marcas que defendem algo maior do que seus produtos e serviços e 76% dizem perceber quando uma empresa age de forma contrária aos seus valores. Além disso, autenticidade, ética, tratamento aos funcionários e proteção ao meio ambiente são os fatores ligados ao propósito que mais pesam na hora de escolher uma marca.

“Com base nos resultados do PPI, é possível entender o quanto os brasileiros estão atentos e interessados nos atributos e temas relacionados ao propósito e com que intensidade esta dimensão afeta as atitudes dos públicos e a reputação das empresas. O estudo serve de referência sobre a visão e opinião pública a respeito do tema e é um importante insumo para formulação de estratégias de gestão, posicionamento corporativo, marketing e comunicação das empresas que operam no país”, pontua Roberta Machado, CEO da InPress Porter Novelli.

“É fundamental entendermos todos os fatores que constroem a reputação, em diferentes dimensões. Em um momento no qual a política está tão presente nas discussões, torna-se cada vez mais importante para marcas e corporações entender a percepção e a relevância do propósito para o seu público. A pesquisa dá ótimas diretrizes para isso”, completa Max Stabile, diretor executivo do IBPAD.

Foram realizadas duas rodadas da pesquisa, totalizando quase 4 mil entrevistas que revelam que, dos atributos que compõem o propósito, o cuidado com as comunidades e a preocupação com o meio ambiente aparecem como os dois mais importantes na opinião dos entrevistados. Entre as gerações, os Millenials tendem a valorizar mais a defesa de causas e a solidariedade, enquanto a geração X aprecia mais a contribuição social e o cuidado com as comunidades. As pessoas da classe DE e aquelas que possuem ensino fundamental destacam-se por se importarem mais com a solidariedade e a contribuição social.

Fonte: Grandes Nomes da Propaganda.



Artigos Relacionados

RAY-BAN E FACEBOOK LANÇAM ÓCULOS INTELIGENTES.

A Ray-Ban, em parceria com o Facebook, lançou nesta quinta-feira, 9, os Ray-Ban Stories, óculos inteligentes que permitem capturar fotos e vídeos, ouvir música e receber ligações. Os óculos estão disponíveis em 20 variações, cinco opções de cores e uma gama de lentes, incluindo transparente, sol, Transition e de prescrição. […]

NEOENERGIA É A PRIMEIRA EMPRESA NO PAÍS A PATROCINAR EXCLUSIVAMENTE A SELEÇÃO BRASILEIRA FEMININA DE FUTEBOL.

A Neoenergia assinou um contrato histórico com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e se tornou a primeira empresa no País a patrocinar exclusivamente a Seleção […]

MENOS DA METADE DOS PROFISSIONAIS DE RH FORAM TREINADOS SOBRE LGPD.

Embora o Brasil tenha sido apontado como o terceiro país que mais sofreu ataques digitais do tipo “roubo de credenciais” em 2020 pela empresa Akamai, as empresas não parecem estar se preparando no ritmo adequado para proteger seus dados mais sensíveis. É o que mostra pesquisa feita pela Convenia […]