TIKTOK E A EROTIZAÇÃO PRECOCE.

imagem-1-TIKTOK-E-A-EROTIZAÇÃO-PRECOCE

O TikTok é uma rede social onde seus usuários podem gravar vídeos curtos e compartilhar na rede, e com a pandemia e o distanciamento social a rede teve seus acessos aumentados por trazer diversos conteúdos que interessa a pessoas do mundo todo. Porém, existem muitos riscos contidos no conteúdo do TikTok, principalmente para as crianças.

Dois anos atrás, a rede teve que pagar uma multa de US$ 5,7 milhões por coletar dados de crianças ilegalmente. Neste ano, o TikTok recebeu também uma multa da Holanda de US$ 900.000 por violar leis de proteção a dados pessoais. Diante de todos os acontecimentos, a rede alterou suas configurações de privacidade e trancou perfis de menores entre 13 e 15 anos.

Contudo, a empresa ainda possui diversas defasagens no seu algoritmo que contribui para criação de conteúdo com algum grau de nudez. Um levantamento feito pela própria rede mostrou que no 2º semestre de 2020 o Brasil ficou em terceiro lugar no ranking de vídeos removidos, tendo mais de 7,5 milhões de vídeos de usuários brasileiros apagados. Os motivos da exclusão dos vídeos foram “segurança de menores” e “nudez e atividades sexuais de adultos”.

Quanto maior o tempo de exposição das crianças nas redes sociais, maiores são os riscos de consumo a conteúdos inapropriados para sua faixa etária. Essas exposições podem levar a erotização precoce. Um exemplo desse caso foi a “Trend do Terninho”, desafio que teve uma grande repercussão no último mês. Nesse desafio o usuário aparece usando um look simples e sem maquiagem, enquanto no fundo é reproduzido um áudio específico; em seguida, com uma transição do vídeo, o usuário aparece mais produzido usando um terno aberto, muitas vezes com nenhuma roupa por baixo.

imagem-2-TIKTOK-E-A-EROTIZAÇÃO-PRECOCE

O desafio ficou bem famoso, tendo mais de 345 mil vídeos gravados, sendo muito desses vídeos gravados por menores de idade. Estamos vivendo a era das redes sociais, e com certeza ainda vão crescer cada vez mais com os anos. É impossível manter as crianças isoladas delas, por isso é necessário que as plataformas cresçam em segurança de dados e melhorar seus algoritmos de acordo com a faixa etária, bem como é importante um acompanhamento dos pais nos perfis de seus filhos.

Fonte: creativosbr.com



Artigos Relacionados

SHOW DE COMPRAS UNE SBT E RECORD.

Eliana e Sabrina Sato, estrelas do SBT e Record, vão comandar “AliHouse”, projeto de entretenimento e compras criado pela Energy BBDO em parceria com a emissora e a plataforma AliExpress, do grupo AliBaba, fundado em 1999 em Hangzhou, China. […]

OS 50 SÃO OS NOVOS 25?

A diversidade tem cada vez mais se tornado um conceito presente na vida de todos. O respeito às pessoas, independentemente de raças, etnias, crenças, orientações sexuais, idades, gêneros, regiões e culturas é fundamental tanto na vida pessoal quanto profissional. Nas empresas, tem […]