MAGALU, AMERICANAS E MERCADO LIVRE BRIGAM NO CONAR POR ‘ENTREGA MAIS RÁPIDA’.

imagem-1-MAGALU,-AMERICANAS-E-MERCADO-LIVRE-BRIGAM-NO-CONAR-POR-ENTREGA-MAIS-RÁPIDA

O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) mandou as varejistas Magazine Luiza, Americanas.com e Mercado Livre a mudarem seus anúncios, cujos slogan são “entrega mais rápida do Brasil”.

O órgão informou que, segundo o código de ética, as peças publicitárias precisam ser embasadas, por meio de pesquisa de um instituto considerado idôneo pelo conselho, para sustentar uma alegação de superioridade.

Os processos das três empresas apresentaram as pesquisas solicitadas por meio do Conselho de Ética do Conar, no entanto, a relatora pediu que os anúncios fossem alterados, pois considerou necessário que as alegações tenham mais detalhes.

O Conar pediu também que os consumidores tenham fácil acesso às pesquisas por meio dos anúncios, uma vez que o órgão entende que o cliente possa comprovar a veracidade das informações.

OUTRO LADO

A Americanas, por meio de nota, informou que o debate no Conar envolve a campanha veiculada na Black Friday do ano passado. Segundo a nota, durante o procedimento, “o órgão reconheceu que a rede oferecia a modalidade mais rápida de entrega em produtos e locais elegíveis”.

“A Americanas segue aprimorando a integração entre plataformas física, digital e logística e conta com diferentes modalidades de entrega rápida, como a entrega em até 3h em diversas cidades, incluindo todas as capitais do Brasil. Atualmente, muitos pedidos já são entregues em menos de 1h”, informa o texto.

Também em nota, o Magazine Luiza afirma que a decisão do Conar é ‘clara’ ao permitir que a empresa continue a utilizar a expressão ‘entrega mais rápida do Brasil’, “devendo apenas incluir determinadas informações sobre a metodologia empregada na pesquisa que comprova esse fato”.

Com base nisso, o Magalu disse que já trabalha com uma pesquisa, que confirma a agilidade nas entregas. “O uso da expressão “Entrega mais Rápida do Brasil” pelo Magalu, como reconhecido pelo Conar, é respaldado em pesquisa independente, atualizada periodicamente. Essa pesquisa considera os prazos de entrega de oito empresas do setor, em 45 praças — entre capitais e cidades do interior — e de mais de 3 500 produtos de 48 categorias diferentes”.

Além disso, a empresa disse que “investe permanentemente em melhorias em seu sistema logístico” e que “intensificou no mês passado suas operações de entregas em até uma hora em 11 cidades brasileiras”.

Já o Mercado Livre informou que, em 30 de junho, recebeu decisão favorável, e contra o Magazine Luiza, em processo movido pelo concorrente junto ao Conar. De acordo com o varejista, a decisão permite ao Mercado Livre continuar a adotar o claim “entrega mais rápida do Brasil”, desde que inclua um disclaimer que delimite com os parâmetros utilizados para afirmar tal liderança.

Em relação ao outro processo, que permitiu ao Magazine Luiza adotar o claim “entrega mais rápida do Brasil”, companhia informa que vai recorrer da decisão.

Fonte: Propmark



Artigos Relacionados

ENTENDER A JORNADA DE CONSUMO DOS CLIENTES PODE ACELERAR A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

As mudanças na jornada de consumo formam um dos principais fatores que impulsionam a aposta das empresas na transformação digital. Isso porque, cada vez mais, os clientes e […]

NUBANK SE POSICIONA APÓS POLÊMICA SOBRE CONTRATAÇÃO DE NEGROS

Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, usou o LinkedIn para pedir desculpas sobre uma declaração polêmica dada no […]

CHEFE DO INSTAGRAM DIZ QUE APP É SOBRE ENTRETENIMENTO E VÍDEOS, E NÃO MAIS SOBRE COMPARTILHAMENTO DE FOTOS.

Não que a gente já não soubesse, mas Adam Mosseri, chefe do Instagram, disse que o aplicativo não é mais sobre o compartilhamento de fotos, e sim uma plataforma para entretenimento e […]