HEINZ PROVA QUE IDENTIDADE VISUAL DA MARCA É RECONHECIDA MESMO QUANDO LOGO NÃO APARECE.

imagem-1-HEINZ-PROVA-QUE-IDENTIDADE-VISUAL-DA-MARCA
Imagem: Divulgação/Rethink

Heinz transformou uma série de alimentos em seu próprio logotipo para mostrar ao público como a identidade da marca é facilmente reconhecida. A campanha inteligente é de criação da agência Rethink, e apresenta alimentos como batatas fritas, hambúrgueres e hot dogs no formato que lembra a marca.

Como explicar Daniel Gotlib, diretor associado de construção de marca e inovação da KraftHeinz, a campanha dá continuação ao tema visto no anúncio “Draw Ketchup”, lançado no começo do ano, no qual a marca fez um experimento pedindo ao público, de forma anônima, para que desenhassem ketchup. A maioria das respostas apresentou como resultado um vidro de Heinz. “Essa associação intuitiva com o logotipo da Heinz cristalizou nossa abordagem para esta campanha.”, completa.

imagem-2-HEINZ-PROVA-QUE-IDENTIDADE-VISUAL-DA-MARCA
imagem-3-HEINZ-PROVA-QUE-IDENTIDADE-VISUAL-DA-MARCA

Embora a campanha mantenha ausente a marca usual da Heinz, também é fácil perceber que todos os alimentos estão estrategicamente cheios de ketchup, o que também facilita a associação feita pelo público.

Fonte: B9



Artigos Relacionados

A DISRUPÇÃO DIGITAL COLOCA A DEMOCRACIA EM RISCO?

Faz parte do percurso da vida. A maioria de nós chegará à meia-idade. Alguns irão encarar essa transição com uma autoconfiança inabalável, outros com espírito juvenil […]

GSMA: CONEXÃO REFORMULA HÁBITOS DE CONSUMO.

A Covid-19 vem impactando a saúde e os meios de subsistência de indivíduos e de comunidades ao redor do mundo. Em tempos de crise, a conectividade contribui com o desenvolvimento da sociedade, seja ao possibilitar atividades sociais, seja ao apoiar novas maneiras para as empresas […]

AMOR EM TEMPOS DE PANDEMIA

Se, no início da quarentena, os casados contavam vantagem em cima dos solteiros, o jogo parece virar com o uso crescente dos aplicativos de relacionamento. Desde o início das medidas de restrição, serviços como Tinder, Bumble e Happn têm atraído mais gente. Só o Tinder registrou, dia 29 de março, o recorde de 3 bilhões de swipes (reação favorável ou contrária à foto de uma ou um pretendente). Embora uma parte das pessoas não necessariamente interessada […]