5 DISRUPÇÕES DIGITAIS QUE VOCÊ PODE NÃO VER CHEGANDO.

Não há como exagerar que o isolamento social em 2020, aumentou ainda mais a relevância do papel da tecnologia. As tecnologias são o meio para ajudar as pessoas e empresas se tornarem mais seguras, saudáveis, sustentáveis e com melhores práticas alinhadas às mudanças climáticas. E elas continuarão em plena evolução em 2021 e para os próximos anos.

Embora muitos os líderes estão acostumados a algum nível de mudança constante, COVID-19 impactou o mundo de uma forma que ninguém poderia previu. Por sua vez, as organizações tiveram que criar estratégias, se adaptar e mudar os negócios para sobreviver no mercado e continuar crescendo.

Isso pode-se ser analisado melhor no estudo da Gartner sobre as principais disrupções que destacam áreas de oportunidade e maneiras das organizações se diferenciarem dos concorrentes. Para entender quais são essas disrupções e como agir em relação a elas, continue lendo a seguir:

5 principais disrupções digitais

À medida que as organizações continuam respondendo à crise e exploraram novas maneiras de operar e impulsionar o crescimento, as principais disrupções destacam essas principais áreas de oportunidades para orientar as organizações nos próximos anos. Dentre as cinco principais disrupções estão:

imagem-1---5-DISRUPÇÕES-DIGITAIS-QUE-VOCÊ-PODE-NÃO-VER-CHEGANDO

Como agir em relação às disrupções?

futuro não simplesmente chega do nada. Ele dá sinais. Sinais que aparecem através de disrupções. Alguns desses sinais começaram a aparecer de alguns anos para cá.  Para ser capaz de perceber e agir sobre as disrupções, é necessário que sejamos capazes de vislumbrar como elas podem modificar o comportamento das pessoas. 

A disrupção é um processo de mudança que resulta da observação do comportamento dos consumidores, que origina a criação e desenvolvimento de novas ideias. Para isso é preciso pesquisar por disrupções na sua área de negócios e, a partir delas, mapear ações a serem tomadas. Lembrando sempre das mudanças comportamentais dos clientes. Com isso, tente pensar sempre nas consequências de cada ação.

Fonte: AAA Inovação



Artigos Relacionados

O QUE MILLENNIALS E GERAÇÃO Z QUEREM DAS MARCAS NO MUNDO PÓS-COVID?

Dos 18 aos 34 anos: o que buscam os jovens nas marcas, quando o assunto é consumo, em um mundo afetado pela contaminação do novo coronavírus? A pesquisa Barômetro Kantar Covid-19, um grande apanhado de informações feito por uma das consultorias mundiais mais respeitadas, mostra que o principal desejo dessa faixa etária da população é ver atitude, proatividade para […]

COMO CONTRATAR TALENTOS PARA INOVAR? ESPECIALISTAS COMENTAM.

Muitas empresas querem inovar, mas nem todas sabem qual é o caminho correto para contratar talentos para suas equipes de inovação ― sejam esses negócios […]

POST-IT COMPLETOU 40 ANOS E LANÇANDO COLEÇÃO ESPECIAL DE ANIVERSÁRIO.

Para comemorar os 40 anos do Post-it, a marca apresentou uma coleção especial e limitada inspirada nas quatro décadas de […]