O QUE É A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO SUPERMERCADO?

O-que-é-a-Transformação-Digital-no-Supermercado-740x360-2

Em termos gerais, definimos transformação digital como a integração da tecnologia digital nas áreas de um negócio, resultando em mudanças fundamentais em como a empresa opera e como entrega valor aos clientes. 

Além disso, é uma mudança cultural que exige que as organizações se desafiem continuamente. Isso às vezes significa abandonar os processos de negócios de longa data em que as empresas foram construídas em favor de práticas relativamente novas que ainda estão sendo definidas.

A transformação digital deve começar com a busca pela resolução de um problema ou uma meta aspiracional. O “porquê” da transformação digital pode estar relacionado com a melhoria da experiência do cliente, reduzindo o atrito, aumentando a produtividade ou elevando a lucratividade, por exemplo.


Quais são os 3 elementos da Transformação Digital em um supermercado?

Pessoas 

A base da transformação está na liderança e na cultura. Você poderia ter a visão do cliente, os produtos e serviços, dados e tecnologias, mas se a liderança e a cultura não estiverem na base, tudo isso fracassa. 

Entender o que o digital significa para o seu negócio e como isso vai mudar a forma que as pessoas trabalham na organização é essencial. 

A Transformação Digital começa de cima para baixo. Ou seja, o dono deve estar empenhado e deve querer fazer. Por que? Porque a TD vai gerar atrito, dificuldades e erros. 

Por isso, é necessário comunicar bem o que é esperado de cada um, inclusive a mudança de atitude em relação às questões do dia a dia, que são fundamentais para que todos se sintam confortáveis na jornada. 

As pessoas têm uma certa resistência natural às mudanças, temos medo, principalmente, de cometer erros. Por isso, o gestor desempenha um papel importante para explicar a necessidade da mudança e como ela vai acontecer. 

Todas as pessoas da empresa precisam estar envolvidas nos processos e, principalmente, no objetivo por trás das mudanças. No final, é uma questão de propósito. 

Vamos mudar por quê? Onde vamos chegar? Estaremos melhor? E onde cada um se encaixa nessa nova organização?

São algumas das questões que precisam estar claras, para que, ao invés de sentir medo e se tornar resistência, as pessoas se sintam motivadas, empoderadas e se tornem agentes da transformação.

Propósito não vai ser importante apenas para as pessoas da empresa. Propósito tem se tornado cada vez mais uma vantagem competitiva e uma forma de se diferenciar da concorrência. As novas gerações buscam um propósito, não só na vida, mas também no que compram. Por isso, uma empresa com uma visão aspiracional consegue atrair mais a atenção desse público. 


Processos 

As iniciativas de transformação digital remodelam não só as pessoas, mas também os processos. É natural, um profissional executa uma ação de alguma forma, a forma é o processo. Se estamos executando novas ações, precisamos de novos processos.

Em todos os elementos da TD temos processos revisados ou processos novos, que antes não eram executados pelos colaboradores. Para atender de forma diferente o cliente, precisaremos de processos diferentes. 

Nesse ponto, a gestão é primordial para uma TD bem feita. 

Apenas implementar novas tecnologias não é suficiente. A tecnologia precisa ser especificamente vinculada aos processos, afinal de contas, ferramentas diferentes devem ser usadas de forma diferente – seguindo processos diferentes.

Além disso, o essencial bem feito e a simplicidade das operações também ajudam nessa jornada de mudanças e melhorias. É sempre bom lembrar que existem uma série de estudos que mostram que as empresas com os melhores resultados, são aquelas que fazem o básico em escala e bem-feito.

Naturalmente ao se implementar uma nova tecnologia ou ferramenta, nossa forma de trabalhar muda. Logo, entender os processos atuais e ter a sensibilidade dos processos na mudança é fundamental. 

Por que? Entre as principais razões, é importante estar alerta sobre qual será a dificuldade de implementar uma nova tecnologia ou ferramenta. 

Por exemplo, ao se vender online, vários processos passam a ser realizados (que antes não eram feitos) e outros, mesmo que já fossem realizados, sofrem mudanças. Antes de passar a vender online é importante avaliar os processos e quais funcionários serão responsáveis por sua execução. Certamente será necessário discutir a contratação de mais pessoas ou a reorganização das tarefas. 

Fazer mudanças sem planejamento pode trazer fracassos e frustração, e a principal razão de uma má implementação de novas tecnologias é a empresa não estar preparada em termos de processos.

Resumindo, para começar a TD em processos é fundamental uma visão geral dos processos da loja, de como estão organizados e como estão sendo executados, numa busca por simplificação e aumento de produtividade.


Tecnologia  

Não estranhe encontrar a tecnologia como terceiro elemento na jornada da TD. O motivo é bem simples, tecnologia sem pessoas preparadas e processos definidos não adianta nada. O que não significa que ela não seja importante.

Longe disso, um elemento-chave da transformação digital é entender o potencial de sua tecnologia. 

Entender qual será a mudança na proposta de valor ao cliente. Como a tecnologia vai ajudar a empresa a atingir sua visão aspiracional. Essas são as questões relevantes e que devem estar em mente ao avaliar qualquer ferramenta e tecnologia a ser implementada na empresa.

Será necessária a mudança de “mindset”. Ao avaliar uma nova ferramenta, não se deve perguntar “Quanto mais rápido podemos fazer as coisas da mesma maneira?”. Mas sim, se perguntar “Do que essa tecnologia é realmente capaz de nos ajudar a atingir nossos objetivos e como podemos adaptar nossos processos para aproveitar esse investimento?”.

Tecnologia é ferramenta, é meio. Então, alguém precisa usá-la (pessoas) de alguma forma (processos). Por isso, é importante ter essa visão macro, para que a implementação de uma inovação na empresa tenha a maior chance de sucesso possível. 

O primeiro passo é buscar um ERP que esteja preparado para a TD na sua empresa, porque ele vai ser o centralizador de todas as informações. Lembre-se, para digitalizar a empresa é necessária integração. 

Para a escolha você precisa ter alguns tópicos em mente:

  • Dados;
  • Omnicanalidade;
  • Nuvem;
  • CRM;
  • Automatização de Processos. 


Por que a transformação digital é importante?

Um supermercado pode assumir a transformação digital por vários motivos. Mas, de longe, o motivo principal é a necessidade, a sobrevivência no mercado nas próximas gerações. 

Cada vez mais, a capacidade de uma empresa em adaptar-se rapidamente às interrupções e às mudanças rápidas nas expectativas dos clientes se tornou crítica. A pandemia foi uma grande professora dessa lição.

Para isso, precisamos de organizações mais inteligentes, integradas não apenas internamente, mas com o ecossistema em que atua. É por meio da tecnologia que isso vai acontecer. Mas como temos visto e escrevemos no artigo, a transformação digital começa na “cozinha”. 

Não há transformação digital sem pessoas liderando as mudanças e processos suportando a execução do dia a dia. Neste ambiente, a tecnologia tem um potencial enorme para transformar qualquer organização e se tornar uma empresa relevante e sustentável no mercado.

Fonte: Infovarejo



Artigos Relacionados

Prefeitura de Formiga (MG) suspende Edital de Licitação

Referente ao Processo Licitatório nº 214/14 – Modalidade Concorrência 008/2014 – Contratação de Agência de Propaganda, o Sindicato das Agências

BRADESCO MOSTRA NOVAS RESPOSTAS DA BIA CONTRA ASSÉDIO.

A nova campanha do Bradesco mostra a mudança de tom das respostas da BIA, sua inteligência artificial, posicionando-se de forma contundente contra o assédio. Em 2020, a BIA recebeu em torno de 95 mil mensagens de ofensas e assédio sexual. Ainda que ela […]

Concurso FenapróUniversitário 2020 anuncia os estudantes que realizaram a melhor campanha sobre o futuro do mercado de trabalho na publicidade

Realizado pela FENAPRO e pelos Sinapros, o concurso elegeu o melhor trabalho inscrito por estudantes de diversos estados […]