MARCAS INVESTEM NA CRIAÇÃO DE PODCASTS PRÓPRIOS.

imagem-MARCAS-INVESTEM-NA-CRIACAO-DE-PODCASTS-PROPRIOS
A Heineken lançou o Green Cast e a Azul Linhas Aéreas Brasileiras, o MeditAzul (crédito: divulgação)

Apesar do mercado de podcasts no Brasil não ser novo assim, visto que o primeiro foi lançado em 2004, nos últimos três anos, o segmento vem crescendo e ganhando mais popularidade entre os brasileiros. Segundo o ranking Podcasts Stats Soundbite, o Brasil é o segundo país que mais consome podcasts, ficando somente atrás dos Estados Unidos. Além disso, em 2020, devido ao isolamento social, o formato ganhou ainda mais relevância. De olho nisso, marcas dos mais diversos segmentos, como Azul Linhas Aéreas, Sanofi Pasteur, Natura Musical, Heineken e Tetra Pak, começaram a apostar nesse formato de conteúdo.

Em parceria com a Isobar, a Azul Linhas Aéreas estreou seu canal no Spotify, chamado Voe Azul. Para sua estreia, a marca lançou a série “MeditAzul”, focada em um Carnaval seguro e em casa, por meio de meditações guiadas, aliadas a sons bi-neurais que conduzem a uma experiência imersiva de som 4D. Os três primeiros episódios, com durações entre três e cinco minutos, convidam os saudosos da festança a uma vivência alternativa nos tradicionais carnavais de Salvador, Recife e São Paulo. Ao longo do ano, a plataforma vai contemplar experiências com mais viagens guiadas, entrevistas e histórias reais.

Segundo Tariana Cruz, gerente de marketing da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, a companhia já havia experimentado o formato de podcast antes, em sua comunicação interna, porém ainda não tinha levado isso aos clientes por não ser o momento ideal. “A ideia não surgiu de uma obrigatoriedade do tipo ‘precisamos usar esse formato’, e sim da vontade de proporcionar experiências encantadoras de viagens, como fazemos a bordo. Em um momento no qual as pessoas se viram carentes dos tão amados bloquinhos de Carnaval, o formato imersivo de áudio se mostrou ideal para propiciarmos essa experiência”, ressalta.

Outra empresa que decidiu investir no formato foi a Sanofi Pasteur, com o recém-lançado “Estação Saúde”. A cada episódio, um convidado esclarece as principais dúvidas do momento, a fim de conscientizar a população sobre a importância da imunização contra doenças como a gripe. Além das principais plataformas de streaming de áudio, o podcast está disponível nos canais oficiais da Sanofi nas redes sociais.

Alexandre Benoin, diretor de marketing da Sanofi Pasteur no Brasil, afirma que a ideia do podcast da empresa é trazer o tema vacinação para as conversas do dia a dia das pessoas, de forma rápida e prática. “Estamos sempre atentos às mais diversas ferramentas digitais para multiplicarmos o acesso à informação de qualidade em benefício da saúde das pessoas, promovendo iniciativas que reforcem a importância da imunização contra diversas doenças preveníveis por vacinas. Este pilar está em linha com a missão da companhia, de que nenhuma pessoa adoeça ou morra por doenças que possam ser evitadas pela vacinação”, reforça.

No fim de janeiro, a Natura Musical, plataforma de cultura da Natura, lançou o podcast “Nos Encontramos na Música”. Na primeira temporada, o programa traz convidados, como Gilberto Gil, Emicida, Linn da Quebrada, Bia Ferreira, Karla Martins e Juçara Marçal, para falar sobre diversidade, ancestralidade, empoderamento, comunidade e discutir o papel fundamental da cultura na construção de um mundo bonito, sustentável, igualitário e inclusivo. Liderado e produzido pela Virtue, agência criada a partir da Vice e responsável pela comunicação de Natura Musical, o podcast é apresentado pela jornalista Sarah Oliveira e está disponível nas principais plataformas de áudio.

Além do “Nos Encontramos Na Música”, a Natura, em parceria com o podcast “Mamilos”, lançou em 2020 uma minissérie com cinco episódios sobre violência doméstica. Os episódios trouxeram temas relacionados ao abuso e relatos de pessoas da rede de relações da marca. “Acreditamos que cada marca tem a sua estratégia de comunicação de acordo com seu propósito, valores e sua conexão com o público. Para Natura Musical, o conteúdo em áudio, além de ser uma oportunidade de alcançar e engajar um público mais amplo, é um espaço para compartilharmos conversas e reflexões em temas urgentes e potentes para projetar o futuro, utilizando um formato acessível e inclusivo”, comenta Fernanda Paiva, head of global cultural branding da Natura Musical.

Outra marca que está apostando nos podcasts é a Tetra Pak. No fim de janeiro, a companhia lançou o “Caixa de Ideias”, podcast inteiramente focado nas necessidades da indústria e fabricantes. Em cada episódio a ideia da marca é mostrar as mudanças ocorrendo no mercado consumidor e os seus impactos para a produção e oferta de alimentos e bebidas. O podcast foi idealizado e coordenado pela agência de comunicação JeffreyGroup, sendo produzido, editado e finalizado pela Agência RádioWeb, especializada na produção de conteúdos em áudio, e todos os episódios estão disponíveis nas principais plataformas de streaming de áudio.

Patricia Bastos, diretora de comunicação da Tetra Pak, ressalta que o conteúdo em áudio se conecta com o restante da estratégia da companhia. “Em nosso caso, temos o desafio constante de comunicar a abordagem de ponta a ponta da Tetra Pak, mostrando a visão estratégica e integrada que temos da indústria de alimentos e bebidas. Para comunicar isso utilizamos diferentes ferramentas, desde conteúdos nas redes sociais, conteúdos em nosso site, webinars, white papers e newsletters direcionadas para clientes. Ou seja, o podcast é uma ferramenta que não somente se une às demais, mas que mantém a narrativa que já temos estabelecida em outros canais”, completa.

Em dezembro de 2020, a Heineken também lançou seu próprio podcast, o “Green Cast”. Com coprodução da Balaclava Records, o podcast faz parte da plataforma de música da marca, que há 10 anos busca proporcionar experiências únicas aos consumidores, além de conectá-los ao universo musical, através de ativações, conteúdos digitais e presença em festivais. A primeira temporada do Green Cast é dedicada inteiramente às histórias e aos bastidores incríveis por dentro dos festivais de música patrocinados pela Heineken. Os seis episódios do podcast estarão disponíveis nas plataformas de streaming Spotify e Deezer.

“Desde o início da pandemia de Covid-19 a forma de se comunicar mudou radicalmente, o que se tornou em uma grande oportunidade para nós, pois por meio dessa situação inesperada conseguimos criar ações e testar formatos de comunicação”, afirma Guilherme Retz, gerente de marketing da marca Heineken no Brasil. “Com o podcast conseguimos promover aos ouvintes uma grande diversidade de assuntos, visões e vivências incríveis dentro do mundo da música e dos festivais que patrocinamos, obviamente junto dos nossos incríveis hosts e convidados”, reforça.

Vale lembrar que em outubro de 2020, a Heineken criou uma série de podcasts para discutir o consumo exagerado de bebidas alcoólicas. Batizado de “Te Vejo Amanhã”, o projeto conta com produção e mediação do cantor, compositor e empresário Fióti.

**Crédito da imagem no topo: Reprodução

Fonte: Meio e Mensagem



Artigos Relacionados

Encontro Nacional Fenapro e Sinapros

O Sinapro-MG recebeu nos dias 1º e 02 de agosto de 2016 a Diretoria e Vices Presidentes Regionais da Fenapro

O NOVO NORMAL? COMO MODELOS DE NEGÓCIOS DEVEM EVOLUIR EM UM MUNDO PÓS-PANDEMIA

Independente da região geográfica onde a pandemia Covid-19 tem se concentrado, todos alteramos nossas dinâmicas de trabalho e relacionamentos nestas últimas semanas.
Drasticamente, as principais variáveis que estruturavam nossas vidas sofreram este corte de descontinuidade. Enquanto na superfície nos adaptamos a fazer as reuniões por aplicativos virtuais em ambientes de […]

FACEBOOK MESSENGER GANHA EMOJIS COM SOM PRA VOCÊ OUVIR O BARULHO DAQUELE CHORINHO QUE ENVIOU PRO AMIGO.

Na busca para tornar o Messenger mais relevante, a nova aposta do Facebook com sua plataforma de mensagens é implementar emojis com som. A novidade chegou para comemorar o tal Dia do Emoji, que foi […]