Varejo prevê maior crescimento de vendas no Natal em 6 anos, por Márcio Pinho, do R7

Varejo prevê maior crescimento de vendas no Natal em 6 anos, por Márcio Pinho, do R7

Estimativa é arrecadar R$ 35,9 bilhões, o que representa um incremento de 4,8% em relação a 2018 – percentual não verificado desde 2013.

O varejo brasileiro prevê o maior crescimento de vendas dos últimos seis anos para o período do Natal, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A estimativa é arrecadar R$ 35,9 bilhões, o que representa 4,8% mais do que no ano passado.

Esse percentual na principal data para o comércio no ano não é registrado desde 2013, quando o crescimento foi de 5%. Caso essa previsão se confirme, o varejo voltará ao patamar de vendas natalinas de 2014, ano considerado o do início da crise econômica por analistas. Em 2015 e 2016, a variação chegou a ser negativa (veja abaixo).

faturamento-do-varejo-no-natal-28102019154737768
Faturamento do varejo no Natal
Arte/R7

Segundo o economista da CNC, Fabio Bentes, a previsão otimista se dá em razão de quatro fatores principais: inflação baixa, maiores prazos de crédito para o consumidor, liberação de recursos como Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) e Pis/Pasep e a leve melhora no mercado de trabalho.

“A inflação baixa, com IPCA abaixo de 3% ao ano, ajuda a preservar o poder de compra. O consumidor não sente que o dinheiro está indo embora tão rápido”, diz Bentes.

Acesse a matéria completa no site: Portal R7

ECONOMIA
Márcio Pinho, do R7
 29/10/2019 – 02h00


Tags assigned to this article:
natalsinapromgvendasm

Artigos Relacionados

NOS NEGÓCIOS, SOMOS TODOS SUBSTITUÍVEIS

Havia um galo que cantava para fazer o sol nascer, já que ele julgava que o sol só nascia e iluminava o dia porque ouvia o seu canto. Arrogante e autossuficiente, todos os dias […]

SOS MATA ATLÂNTICA PASSA A LICENCIAR MARCA E NESCAFÉ ANUNCIA PARCERIA.

A Fundação SOS Mata Atlântica se abriu para o licenciamento de produtos de consumo após perceber que os consumidores passaram a valorizar marcas com propósitos de sustentabilidade. A ONG, tem como missão inspirar a sociedade na defesa da Mata Atlântica, bioma que se estende por 17 […]

AMOR EM TEMPOS DE PANDEMIA

Se, no início da quarentena, os casados contavam vantagem em cima dos solteiros, o jogo parece virar com o uso crescente dos aplicativos de relacionamento. Desde o início das medidas de restrição, serviços como Tinder, Bumble e Happn têm atraído mais gente. Só o Tinder registrou, dia 29 de março, o recorde de 3 bilhões de swipes (reação favorável ou contrária à foto de uma ou um pretendente). Embora uma parte das pessoas não necessariamente interessada […]