EMPLOYER BRANDING: BENEFÍCIOS E ESTRATÉGIAS PARA GERAR UMA PERCEPÇÃO POSITIVA DA EMPRESA.

by Sinapro-MG | 8 de julho de 2021 17:02

Imagem1-EMPLOYER-BRANDING--BENEFÍCIOS-E-ESTRATÉGIAS-PARA-GERAR-UMA-PERCEPÇÃO-POSITIVA-DA-EMPRESA

Quer saber algo incrível sobre Employer Branding? Pesquise só como é estar dentro do time da Amazon, Canva, Red Bull ou Google, por exemplo. É viável ter as melhores impressões a respeito e a mesma percepção positiva se perguntar para pessoas que nunca trabalharam para as respectivas organizações.

Assim como grandes marcas corporativas, suas reputações precedem a experiência e não precisamos trabalhar para essas empresas para compreender o quanto são inovadoras, tecnológicas, colaborativas, escaláveis e inclusivas. De alguma forma, nós sabemos seu real poder de atrair e manter novos talentos em seu quadro de colaboradores.

Agora mais do que nunca, com o surgimento das novas tendências de mercado remoto e consequente aumento da procura por candidatos qualificados, os empregadores precisam deixar claro porque são a melhor escolha. Esse é o papel do Employer Branding: planejar, construir, implementar e gerenciar continuamente estratégias de aquisição de talentos de sucesso, claramente definidas, para impulsionar o crescimento e a satisfação nos negócios. 

Employer Branding: principais ações e benefícios

Empresas com Employer Branding sólido têm o dobro de chance de atrair talentos motivados desde o início e, assim, desenvolver uma marca que reflita bem sua missão, visão e cultura. Portanto, cada marca de empregador é única e deve estar enraizada na realidade e transparência do que a empresa é.

Já parou para pensar que os candidatos ao emprego de hoje estão julgando suas campanhas de Employer Branding com a mesma análise que os clientes avaliam as marcas de consumo antes de fazer uma compra?

Isso se deve ao fato de estarmos presenciando, de forma cada vez mais emergente, o empoderamento dos candidatos, que potencializados pelas informações, têm mais materiais para analisar opções de trabalho e tomar, de forma consciente e ativa, suas decisões de carreira.

Então, a maneira como você valoriza sua equipe atual é uma indicação clara de como você trataria seus futuros parceiros, e os candidatos em potencial sabem disso. Se você deseja investir em uma percepção positiva da sua empresa, confira o que as marcas empregadoras de sucesso têm em comum e comece a planejar!

Site otimizado de carreiras

Como as pessoas são o componente mais importante das ações do Employer Branding, criar um site otimizado, com informações sobre empregos, eventos de carreiras, depoimentos das experiências dos candidatos durante os processos de seleção e histórias de sucesso dos profissionais, potencializa esse propósito e a ideia de como é trabalhar numa empresa referência.

Mídia Social presente

Construir uma presença online e um nome que seja reconhecível é essencial para o Employer Branding ser ativo, promover anúncios e descrições da marca nas redes sociais, incorporar fotos e vídeos de tudo o que tem de bom na companhia, ao mesmo tempo que o torna útil e atraente para quem procura por oportunidades significativas.

Taxas de rotatividade mais baixas

Organizações com Employer Branding forte têm taxas de rotatividade dos colaboradores reduzidas em 28%, segundo a pesquisa divulgada pelo LinkedIn.

Você sabia que os custos da alta rotatividade incluem a demissão do colaborador, um processo seletivo para encontrar um novo talento, a contratação em si e o treinamento deste profissional, além do tempo de adaptabilidade ao novo emprego e a baixa produtividade até alcançar o seu potencial máximo?

Assim, além de atrair candidatos capacitados, um bom Employer Branding contribuirá muito para reter seus melhores talentos, reduzindo os custos de uma alta taxa de rotatividade e garantindo estabilidade financeira do negócio.

Crescimento mais rápido

Quando a empresa avança no Employer Branding e inclusão de colaboradores, além da rotatividade diminuir, seu crescimento torna-se mais rápido, devido ao posicionamento de uma série de fatores: 

Ainda de acordo com o LinkedIn, as empresas com Employer Branding e um forte Talent Brand Index (TBI) cresceram 20% mais rápido do que suas contrapartes com uma marca de talento mais fraca.

Diversidade e inclusão

Ao investir em um Employer Branding que integra e fortalece iniciativas de diversidade e inclusão de grupos sociais, a empresa também está defendendo a possibilidade de novas perspectivas de transações e soluções fora da caixa.

Inclusive, 55% dos recrutadores já possuem essa resolução e oferecem uma grande oportunidade para os empregadores mostrarem suas responsabilidades corporativas e sociais e contribuírem para locais de trabalho mais diversificados e inovadores.

Como construir estratégias de Employer Branding bem-sucedidas?

Após compreender o que é, as principais ações e benefícios do Employer Branding, o departamento de Recursos Humanos e o Marketing trabalham em conjunto para a elaboração de estratégias valiosas que estão rapidamente se afastando de um foco de recrutamento de curto prazo para um foco de marca empregadora de longo prazo. Pensando nisso, listamos aqui, algumas dicas concretas para lhe ajudar a colocar em prática suas próprias estratégias de marca do empregador. Confira!

1. Defina a proposta de valor (EVP)

A proposta de valor do funcionário está ajustada ao Employer Branding e representa a sua organização: valores, missão, visão e cultura, em troca da integração, comprometimento e desempenho do colaborador.

É o que a diferencia de seus concorrentes e, em última análise, o que atrai jovens talentos para sua empresa, junto com a coletânea de todas as vantagens como as econômicas, funcionais e psicológicas.

Ao definir o EVP, é imprescindível ser realista, pois muitas organizações tendem a fazer suas proposições de valor parecerem muito atraentes para o talento, embora a realidade não seja tão brilhante assim.

Como consequência, essas organizações têm baixa estabilidade dos funcionários e altas taxas de rotatividade.

É por isso que o ditado “Employer Branding começa de dentro” é tão popular!

2. Objetivos e metas bem traçados

Para alcançar e medir o impacto do Employer Branding, traçar metas claras é uma parte crucial da estratégia.

Alguns objetivos mais comuns incluem:

3. Escolha suas personas 

Para tornar as campanhas do Employer Branding mais personalizadas e eficientes, é importante definir e englobar as personas de seus candidatos, ou seja, a representação visual de seus candidatos perfeitos ao emprego.

E o melhor é começar com enquetes de perguntas para os próprios funcionários:

Depois de ter as respostas, é muito mais fácil definir que tipo de conteúdo Employer Branding deve ser criado e por quais canais devem ser promovido. 

Como vimos, construir um grande Employer Branding não é tarefa fácil, pois requer um planejamento cuidadoso, atitude para experimentar ideias transformadoras e tempo para averiguar os resultados das estratégias.

No entanto, se seguir passo a passo, poderá criar uma marca empregadora de sucesso e tornar-se uma empresa na qual as pessoas desejam trabalhar.

Fonte: Artigo de Presleyson Lima, doutorando e Mestre em Sistemas da Informação e Gestão do Conhecimento, publicado em AAA Inovação.

Source URL: https://www.sinapromg.com.br/employer-branding-beneficios-e-estrategias-para-gerar-uma-percepcao-positiva-da-empresa/